• Adoradores
  • domingo, 22 de novembro de 2015

    Em uma tarde você pode aprender muito. Escolha algo e aprenda sobre. É isso, é simples assim.



    Com Deus a nossa vida está aberta a um mar de possibilidade e viver aqui é pouco para desfrutar em plenitude. Ele por sua vez, ofertando amor,  exibindo graça, nos oferece uma eternidade.
    Deus é. Quando se trata do Senhor, este verbo com certeza não requer objeto, complemento. E não é preciso ser tão bom em língua portuguesa para compreender que Deus é e ponto. Descreve lo é impossível. Qualquer adjetivo é limitado demais para fazê -lo. Mas há algo que eu afirmo e com muita verdade: o papai do céu pode nos ensinar muito, sobre tudo!
    Eu estava sentada no carro, observando o movimento da rua, o vai e vem dos veículos e das pessoas. O céu, como um cortina, estendido estava em minha frente. Eu fiquei lá, quieta e observando. Me senti à parte da vida e quando se está à parte, a gente vê melhor. A gente é mais racional, mais sensato. E em meus devaneios fiquei a pensar sobre Deus, que tem o mundo nas mãos, o controle de tudo. Fiquei a pensar sobre o quanto ele é longânimo, paciente. Ele não nos julga. Ele não nos condena. Olhar para o céu ( embora eu amante que sou desta pintura - porque é isso que o céu é para mim, pintura divina que se renova a cada dia - sou suspeita para falar.) é ver os braços do Criador estendidos, é sentir a sua doce voz sussurrando o meu nome. Como resistir a este amor que toca a alma, que constrange? "Tão profundo, tão imenso e cobre - nos …" A mim resta afogar -me na graça e tentar todos os dias retribuir com a minha vida esta oferta irresistível de paz, abrigo e amor. Papai, mesmo em silêncio, me ensinou muito naquela tarde.
    Leia também:
    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!