• Adoradores
  • segunda-feira, 23 de novembro de 2015

    Seja uma boa terra!

    Olá, bênção preciosa!

    Você já ouviu falar sobre ou já leu a parábola do semeador ? Em Lucas 8.4-15 lemos que Jesus contava a uma multidão uma parábola, a parábola do semeador. E como toda parábola contada por Jesus, esta tinha um significado importante que deveria e até hoje deve nos fazer refletir sobre que tipo de terra que temos sido, se temos sido um solo fértil para produzir frutos através da semente, que é a Palavra de Deus.


    Hoje vamos analisar o versículo 14, que fala de uma semente específica.
    No versículo 14 lemos: "e a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram, e indo por diante, são sufocados com os cuidados, e riquezas, e deleites da vida, e não são fruto com perfeição."
    A semente foi lançada e até teve crescimento, porém caiu entre espinhos e com ela, os espinhos cresciam também. Se olharmos para o mundo ao nosso redor, poderemos comparar os espinhos que sufocavam a semente com tudo o que rouba a nossa atenção e desvia o nosso foco de Deus. A cada dia que passa o mundo exige mais de nós, vivemos sempre na correria e parece que o dia nem tem 24 horas, são muitas responsabilidades para cumprir, desejos a satisfazer, muitas metas para alcançar e ainda bem que o respirar é involuntário, porque já pensou se com tanta preocupação na mente a gente tivesse que se lembrar de respirar, rs? UFA!

    Brincadeiras à parte, o assunto é sério! Precisamos estar atentos, não devemos permitir que a agitação do mundo lá fora sufoque a Palavra de Deus em nossas vidas. O Reino de Deus é prioridade!

    Reflita em o que está acontecendo com a sua vida, as coisas temporais têm te aprisionado ou as coisas celestiais estão se tornando cada vez mais importantes para você?


    Ore para que você seja uma boa terra, pois "e a que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a Palavra, a conservaram num coração honesto e bom e são fruto com perseverança." (Lucas 8.15)
    Que independente da pressão do mundo nós tenhamos uma vida sincera de firmeza e constância diante de Deus, em Cristo Jesus. E apesar de esta não ser uma tarefa fácil no mundo contemporâneo, lembre-se: "eu posso fazer todas as coisas que Deus me pede com a força que Cristo me dá."
    (Filipenses, 4.13)


    Leia também:
    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!