• Adoradores
  • quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

    Vai parar por quê?!

    Não quero que você pense em como as coisas antes eram mais fáceis ou melhores. O fim é melhor que o começo (leia Eclesiastes 7:8,10)! Encontrar o amado Salvador lá no céu e ficar com Ele para sempre (você tem noção disso, cara?! Para sem-pre!) será simplesmente épico! Enquanto isso, vamos passando por umas situações enquanto vivemos aqui... normal. Há uma cruz a ser carregada. Nosso Mestre nos disse que neste mundo passaríamos por aflições e se assim é e será até Ele voltar para nos buscar, por que você pensa em parar? Ele é o culpado de tantas aflições? Renunciá-Lo vai melhorar (ou resolver) as coisas? O que adiantará e o que sobrará no final?! Te garanto que eu também posso ver Deus enquanto o sangue estanca em um machucado e a ferida começa a cicatrizar fazendo aquela parte do corpo (antes dilacerada) nova de novo.

    “E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.”
    (Lucas 9:62)

    Sabe... Deus é sempre bom. Na alegria e na tristeza, na pobreza e na riqueza, na tempestade e na bonança, na saúde e na doença, na condenação e na absolvição, no tudo e no nada, do começo ao fim, quer você queira ou não, Ele é sempre bom e está sempre conosco (leia Mateus 28:20). O Evangelho segundo João (capítulo 6) nos conta que Jesus estava de boa anunciando as Boas Novas, que Ele é o Pão da Vida, o Salvador... que aqueles que não beberem do Seu sangue não terão a Vida abundante que só Ele pode dar (Ele é a própria Vida), mas no fim do capítulo (dos versos 60 ao 69) é relatado que muitos dos seus discípulos acharam aquela mensagem dura, talvez difícil de ser seguida, e deixaram Jesus para trás. Nosso Mestre começou a ser abandonado por muitos daqueles que antes O seguiam; é quando Ele pergunta aos doze apóstolos se eles também queriam ir embora como os outros fizeram (verso 67). Pedro, porém, sabia quem era seu Mestre; tal convicção o fez responder (paráfrase minha): - Senhor, se formos embora e te deixarmos, o que é que a gente vai fazer, se só Tu tens as palavras da vida eterna? Nós cremos e temos visto que tu és Jesus, o filho do Deus vivo!

    Velho, essa resposta de Pedro foi surreal! Tipo... o costume tenta nos cegar com as coisas cotidianas ou, quando não, nos faz olhar para coisas insignificantes. Talvez ainda não estamos preparados para ouvir palavras duras vindas do Mestre, mas tudo isso é para Ele gerar cura e transformação em nós. Em 2 Samuel 7 há uma promessa de Deus a Davi e, em seguida, uma oração de Davi ao Senhor onde alguns fragmentos deste capítulo chamaram muito a minha atenção um dia desses... nos versos 8, 9 e 12 há os seguintes trechos: “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eu te tomei da malhada, de detrás das ovelhas... e fui contigo, por onde quer que foste... quando teus dias forem completos...” Observe que o próprio Deus diz que foi Ele quem tirou Davi de onde ele estava, que foi com ele onde quer que fosse e que, implicitamente, Ele tem a nossa vida em Suas mãos (a ideia de “dias completos” de Davi nos mostra que Ele tem um plano completo para nós – leia o Salmo 139).

    Desviar por quê?

    Para terminar, não tem frase feita ou palavra de efeito. Não queira o que todo mundo quer, não compre o que todo mundo compra, não faça o que todos fazem. Sabe onde vejo Deus? Na vida daqueles que mesmo no pó, aos cacos, rastejando, passando por adversidades, provações e tristezas não deixam de busca-Lo com todo o ânimo, e não na vida de quem quer ser exaltado perante tudo e todos com a prosperidade e as vitórias deste mundo que não valem nada diante do gozo de abraçar Jesus e morar com Ele para sempre.

    Que Papai do céu te abençoe e te guarde!
    Continue subindo. A prioridade é Ele. =]

    [Termino agradecendo ao Senhor por Ele nunca me deixar só, mesmo quando algumas situações tentavam me fazer pensar que Ele não estava ali, mas Ele esteve sim... o tempo todo. Aliás, uma das provas disso é que Ele, tão bom, põe umas pessoinhas cheias do Seu amor para nos ajudar nessa caminhada espinhosa. A mocinha, dona deste blog, é uma dessas pessoas que Ele me deu como sinal de que Ele nunca me deixa só e que Ele - apesar de eu não merecer - me ama. Papai do céu, obrigado por o Senhor ter criado a minha irmã <3 =]
    Leia também:
    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!