• Adoradores
  • quinta-feira, 29 de junho de 2017

    Entrega: O que eu mais temia me aconteceu

    “Porque aquilo que temia me sobreveio; e o que receava me aconteceu. Nunca estive tranquilo, nem sosseguei, nem repousei, mas veio sobre mim a perturbação.” – Jó 3:25-26

    Quem obedece se entrega. Veja em Jesus o exemplo a ser seguido: O Líder que convida Seus discípulos - agora filhos - ao confronto, não ao conforto. Confrontar o ego, o medo, o orgulho... moer sua própria vontade, como quem disse “... meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres” a fim de agradar aquEle que nos alistou para a guerra.

    “Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao SENHOR; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.” – 2 Timóteo 2:4; Filipenses 3:13-14; Oséias 6:3.

    Carregar nossa cruz diariamente faz parte da vida, não da rotina. Encarar a vida cristã como uma rotina bagunça tudo! Viva cada novo momento como se fosse o primeiro. No estado total de dependência dEle, se jogue em Seu amor e assuma os riscos de viver perigosamente por amor a Jesus! Você não pode e não vai retroceder! O justo viverá da fé; e, se ele recuar, diz o Senhor, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.

    Não sei como você se encontra, cara, mas se você já conhece o Senhor (ou pensa que conhece), há muito mais nEle para você se deliciar! Pense em um namoro: um rapaz e uma moça se conhecem, começam a namorar e, com o tempo, eles vão conhecendo um ao outro... gostos, qualidades, manias, defeitos e tantas coisas mais que apenas o convívio e relacionamento diário permite. Pois bem... Jesus é nosso noivo e até as bodas celestiais acontecerem, temos muuuuuito a nos relacionar intimamente com o nosso Amado, seja aqui na terra ou no céu, após o casamento que durará a eternidade!

    Para conhecê-Lo profundamente, você precisa se desvincular do teu eu, da tua vontade, de quem você ou os outros pensam ser, mas, sim, quem Ele te projetou para ser, e a verdade é que Ele nos projetou para O conhecermos e obedecê-Lo em temor (não é medo, é reverência, respeito) e amor. Para tal, se entregue. Se você quer obedecê-Lo e conhecê-Lo mais, se entregue. Você, certamente (isso é uma certeza, acredite), sentirá dores, irá sofrer por algumas coisas, mas não ligue! Faz parte do processo da entrega e da obediência. O coração desesperado e regozijado, sedento por Ele, abafa a voz do choro melódico. No processo da entrega, você aprenderá a olhar mais para o alto e menos para as coisas deste mundo. 

    Obediência é entrega.

    Para finalizar, só uma breve explicação sobre o subtítulo deste texto: “O que eu mais temia me aconteceu” se refere a uma frase dita por Jó no início de sua adversidade. O capítulo não deixa totalmente claro, mas diante disso dá para imaginar que ele tinha medo de perder sua família ou suas riquezas... ter tudo isso atingido de alguma forma. Não sei quais são teus medos, cara... perder alguém que você ama, se afastar da presença de Jesus, se perder, medos relacionados a trabalho, sentimentos, estudos, família ou seja lá o que for... por favor, se entregue por inteiro ao Amado. Não pense em fazer as coisas ou viver baseado no que você acha que pode ou não acontecer. Nossos fios de cabelo estão contados, um pássaro só cai da árvore se Ele permitir e não podemos acrescentar um dia, sequer, à nossa existência. Então, na boa... se entregue! E que Papai do céu te abençoe e te guarde! =]

    P.S.: Ah, Rê, impossível escrever algo aqui e não te mencionar, doce irmã. Este é o primeiro texto que nosso bom Pai me deu para publicar no Adoradores após nos vermos pessoalmente pela primeira vez! Se o título dele é “O que mais temia me aconteceu”, a ti eu digo: O que minha alma tanto ansiava me aconteceu: eu te abracei e isso muito, muito me alegrou! Te amo, doce irmã! É nós, borboletinha azul, coisa linda do irmão! 💙
    Postagem mais antiga
    Último
    Este é o texto mais recente. Aí embaixo há mais textos para você ler!
    Leia também:
    • Blogger
    • Disqus

    1 comentário

    Deixe teu comentário!